Nessa nova alvorada que se desponta, abra os olhos à luz que o espiritismo oferece.
Para conhecer Jesus, que é o Caminho, a Verdade e a Vida, necessário se faz, antes, conhecer Kardec.


DIA DOS PAIS
por Cézar Carneiro de Souza, em 07-08-2016 - "Na Terra, habitualmente, esperamos encontrar, em nossos filhos, gênios de grandeza moral. De igual modo, quando na condição de filhos, desejamos possuir nos pais modelos intocáveis de virtude".
                  "Mais longamente internados na escola física vamos reconhecendo, a pouco e pouco, seja qual seja a posição que nos cabe no mundo, que somos o que somos, criaturas ainda incompletas a caminho da perfeição, unidas transitoriamente umas às outras, entre as paredes do lar ou nos compromissos domésticos para fins de resgate ou burilamento". LEIA MAIS.

PSICOGRAFIA AUXILIA EM MAIS UM CASO
Da Redação, em 01-08-2016 - A espiritualidade está sempre a postos, contribuindo com a solução de alguns intrincados casos que ocorrem na Terra.
                  Este episódio recentíssimo vem da cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará, dando conta de que a psicografia ajudou mais uma vez a elucidar casos adormecidos ou não solucionados. Desta feita, restos mortais até então desconhecidos foram identificados como sendo de Galdino Alves Bezerra Neto, desaparecido há mais de 5 anos, filho da Sra. Maria Lopes Farias Noel Rosa. A PSICOGRAFIA AUXILIA..

SUGESTÃO DE LEITURA - UM LIVRO INTELIGENTE
Da Redação, em 25-07-2016 - Dado às solicitações que nos fazem os leitores acerca de uma obra que possa mostrar a vida e suas consequências, pela ótica Espírita, oferecemos esta, que melhor se identifica para uma com o pedido.
                  Como sugestão, o leitor se sentirá fortalecido com os esclarecimentos racionais na obra O CONSOLADOR, enviada pelo mentor Emmanuel para Chico Xavier (02-4-1910/30-6-2002), através da psicografia.
                  Apenas como auxílio, lembramos que Emmanuel acompanhou o medianeiro por 75 anos dos 92 que Chico Xavier esteve na Terra.
                  A obra trata com clareza temas das ciências fundamentais da vida, como Química, Física, Biologia, Psicologia, Sociologia, e ainda faz a abordagem dos assuntos ligados à evolução, trabalho, religião, arte, etc..., em linguagem clara e objetiva, trazendo à luz do conhecimento as razões de acontecimentos que causam surpresas a muita gente. Esta é a sua oportunidade. Leia e reflita profundamente sobre os fundamentos contidos em O CONSOLADOR.

DIA DOS PAIS
Da Redação, em 23-07-2016 - Esta homenagem é dirigida aos pais, uma vez que a eles devemos a contribuição de nossa vinda à Terra, por concessão Divina, cuja data comemora-se no segundo domingo do mês de agosto, que neste ano será no dia 14.
                  Aquele que dentro dos sagrados laços de família assume a inspirada condição paterna, receba as vibrações de amor e graça desta mensagem de Adelino de Carvalho, pela psicografia de Celso de Almeida Afonso (1940-2013), transmitida na voz de Carlos Pompéia. OUÇA.

FORÇAS CONTRÁRIAS
por Antônio Sávio de Rezende - Tonhão, em 16-7-2016 - Por falar de inimigos, não nos se refiramos, neste momento, a pessoas e sim à forças contrárias.
                  Na Terra, bastas vezes, achamo-nos em começo ou em meio de preciosas edificações, quando determinadas ocorrências nos desencorajam ou perturbam.
                  De modo geral, são correntes de pensamentos adversos que desabam sobre nós, retardando empreendimentos e vantagens que beneficiariam não somente a nós outros, mas igualmente à comunidade a que nos vinculamos.
                  Conquanto a nossa confiança no bem e todo o nosso esforço em efetuá-lo, isso no mundo acontece. E acontece porque somos espíritos em evolução, carentes de progresso e burilamento, a quem o erro, por mais lastimável, serve de ensino.
                  Aprendamos como se afasta a desarmonia, como na Terra já se evita a varíola e a meningite.
                  No caso das energias contrárias, temos no silêncio a vacina ideal.
                  Se nos capacitarmos de que ausência de informações é ausência de pistas, com facilidade nos confiaremos à tarefa exclusiva de acender o sinal verde da permissão unicamente para o melhor.
                  Na atualidade terrestre, fala-se em tomadas para recursos diversos. Tomadas de luz e de energia: de apoio combustível.
                  Justo reconhecer que a tomada de sombra espiritual igualmente existe: espécie de fio para ligação com o desequilíbrio.
                  Qualquer pequenina quota de força mental desorientada pode suscitar a queda de toda uma avalanche de provas evitáveis.
                  Essa tomada de sombra espiritual se revela claramente numa frase de queixa, num apontamento leviano, numa brincadeira de mau gosto, no boato infeliz, na referência maliciosa ou em qualquer conceito-chave que nos induza para a descaridade e a perturbação.
                  Recorramos ainda aos símbolos do trânsito.
                  Vigiemo-nos de espírito centralizado no bem de todos.
                  Se somos mentalmente visitados por idéias de crueldade e discórdia, lamentação ou desânimo, acendamos o sinal vermelho do "não prossigas" no espaço que medeia entre o cérebro e os lábios ou entre o pensamento e as mãos impedindo a palavra falada ou escrita, inconveniente e destrutiva.
                  Unicamente, assim, o fio de nossa atenção persistirá ligado ao amor que desarma os adversários e nos faz livres, permanentemente livres das forças negativas, consideradas por influências do mal. Do livro Algo Mais, de Emmanuel, por Chico Xavier.
                  Antônio Sávio de Resende - Tonhão email’s: asavio921@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com;asavio13@uol.com.br;
                  “Abençoa... Atravessas rudes provas... Acalma-te e abençoa...// Alguma ofensa à vista? Esquece e abençoa...// Amigos desertaram... Segue à frente e abençoa...// Sofres dificuldades? Age, serve e abençoa...// Alguém te menospreza... Silencia e abençoa...// Por nada te revoltes... Deus te guarda e abençoa...” - do livro Assim Vencerás, de Emmanuel, por Chico Xavier.

SEGUE-ME
Da Redação, em 12-06-2016 - SEGUE-ME, poema e música de Vladimir Polízio, cantada por Roberta A.Nirsch e coral com Terezinha dos Santos Fernandes e Ruy João de Souza, e, como acompanhamento, na viola, Carlos H. dos Santos Fernandes, violino com Cézar Donizeti Júnior e, ao violão, Vladimir Polízio.
                  Aqui, a letra de SEGUE-ME para você acompanhar:
Segue-me...
Foi Jesus que me chamou,
Seu convite me tocou,
Eis-me aqui, de coração!
Segue-me...
Disse o Mestre à Humanidade,
Sou Caminho, Sou Verdade,
Tens em mim a salvação!

Segue-me...
Sou a luz do teu porvir,
Venha logo me ouvir,
Tenho tanto pra dizer...
Segue-me...
Sempre há tempo pra mudar,
Vem comigo começar
Nova fase de viver!

Oh! Meu Senhor!
Mestre amado, meu amigo,
Meu escudo, meu abrigo,
Meu Salvador!
Oh! Meu Senhor!
Vou cumprir o meu rosário,
Percorrer o meu calvário,
E te dar o meu amor!


CORAGEM E FÉ
Da Redação, em 02-06-2016 - Nesta mensagem de Emmanuel, pela psicografia de Chico Xavier e na voz de Carlos Pompéia, temos mais uma orientação desse benfeitor que acompanhou o medianeiro por 75 anos.
                  Todas as mensagens do mais além são profundas e merecedoras do nosso respeito, pois deixam sempre profundas marcas na alma.
                  CORAGEM E FÉ" é o que falta na grande maioria dos que caminham conosco neste plano terreno. OUÇA.

TERNURA - Uma justa homenagem a você, Mãe!
por Vladimir Polízio, em 24-04-2016 - A todas as mães. Esta mensagem é de Meimei, com a psicografia de Chico Xavier. Fala do sagrado pendor de acolher, na Terra, os Espíritos fraternos ou aqueles que se acham em cumprimento de missão regenerativa, buscando o aprimoramento dos valores que lhes faltam.
                  Ser mãe, não é somente o estado de sofrimento porque passa na maioria das vezes. É o sagrado compromisso assumido, o respeito ao trabalho divino de oferecer resgates nem sempre tranquilos.
                  A você mãe, virtuosa trabalhadora nesta seara terrena, nossas vibrações de paz e de amor. Que você seja feliz e perseverante ao abraçar essa responsabilidade oferecida pelo Criador, Senhor da Vida e dos Mundos. OUÇA.

UMA TRAGÉDIA EM FAMÍLIA
por Vladimir Polízio, em 06-04-2016 - Na esteira do tempo os acontecimentos se perdem na cronologia em que foram anotados, ferindo e marcando corações com a nódoa do sentimento.
                  A Grande Lei reserva para cada um, desfechos que, muitas vezes, surpreendem e chocam até os mais experientes caminheiros deste mundo, acostumados a participar do atendimento de graves ocorrências e situações envolvendo familiares.
                  Este episódio, que teve lugar na Capital paulista, mais precisamente à rua Benjamim Constant, 25, região central da cidade de São Paulo, no ano de 1906, envolveu três personagens que trouxeram para a vida presente resquícios dessa Lei, que foi executada dramaticamente, deixando gravado para a posteridade, especialmente nos corações sensíveis, um quadro intrincado de trágicas recordações e dúvidas. CONHEÇA A HISTÓRIA.

VENENO LIVRE
Da Redação, em 23-03-2016 - "Pede você que os Espíritos desencarnados se manifestem sobre os arrasamentos do álcool.
                   Muito difícil, entretanto, enfileirar palavras e definir-lhe a influência".
                   Esta matéria é do nosso colaborador Antônio Sávio de Resende - Tonhão, que traz mensagem mediúnica sobre um dos gravíssimos vícios da humanidade. CONHEÇA A MENSAGEM.

PENSAMENTOS DE ONTEM
Da Redação, em 23-03-2016 - Este trabalho traz mensagens retiradas das capas de partituras musicais, pertencentes a uma senhorita da época, pianista, que exteriorizava o que lhe passava no coração.
                  São interessantes porque cada uma dessas frases foram escritas com caneta tinteiro, com traços que denotam terem sido grafadas por ela mesma.
                  Essas preciosidades datam dos anos de 1917 a 1926 e estão arquivadas compondo dois espessos álbuns que hoje estão sob a guarda e responsabilidade de Ruy João de Souza. CONHEÇA.

FELICIDADE E TRABALHO
Da Redação, em 23-03-2016 - Esta bela mensagem de Emmanuel, pela psicografia de Chico Xavier e na voz de Carlos Pompéia, nos dá a dimensão dos problemas que são enfrentados diariamente por todos os que estão em trânsito na Terra.
                  São ensinamentos profundos mas que, na maioria das vezes, não é dada a atenção necessária, o que acaba trazendo sérios sofrimentos em razão da negligência natural dos que ainda estão a caminho.
                  "Felicidade e trabalho" é uma aula de bem se conduzir na vida. OUÇA.

REALEZA
Da Redação, em 26-02-2016 - Antônio Sávio de Resende - Tonhão, nos oferece este tema para dividir com nossos amigos: "A realeza como dignidade na Terra não é privilégio dos reis ou dos condutores de nações".
                  "Em toda parte, há uma realeza no trabalho que nos exorna o caráter, quando nos afeiçoamos às obrigações que o Céu nos confia".
                  "Decerto, semelhante nobilitação não atinge os brutos que ainda se movimentam na animalidade primitivista".
                  "Entretanto, à medida que se destaca o espírito na esfera da inteligência bem conduzida, vê-lo-emos receber do Alto o Cetro da Respeitabilidade no setor de serviço em que atua ou na profissão que domina".
                  "O chefe de família guarda a realeza da governança doméstica, tanto quanto o coração maternal se coroa com a realeza do amor na criação dos filhinhos".
                  "O sacerdote de qualquer confissão religiosa edificante ostenta nas mãos o símbolo da fé viva e da autoridade espiritual, tanto quanto o soldado enobrecido detém o bastão da ordem".
                  "O magistrado é portador da realeza da justiça, tanto quanto o médico conserva a soberania da arte de curar".
                  "Há realeza de todas as procedências...".
                  "Realeza da mulher que se faz mãe de filhos alheios e realeza do homem que se transforma em irmão do próximo na plantação da fraternidade pura".
                  "A pena do escritor é sinal de grandeza no mundo das idéias para o homem que se consagra à extensão do bem, como a vassoura é característico de nobreza, no asseio público, para o companheiro que se devota à higiene, em benefício geral".
                  "Não nos esqueçamos, porém, de que a realeza não nasce do título que exibimos nas afirmativas convencionais, mas sim da maneira pela qual nos utilizamos das possibilidade de servir que repousam em nossa mente, em nosso coração, em nossas palavras e em nossos braços".
                  "Onde estiveres, honra a confiança do Altíssimo que te confiou o refúgio do lar, a beleza da escola, o calor da oficina ou o talento da profissão a que te dedicas.
                  "Angariar a gratidão dos que te cercam, pelo dever irrepreensivelmente cumprido, é guardar na existência terrestre a magnitude celestial".
                  "Engrandece-te, assim, onde te encontras...".
                  "E, ainda mesmo que não sejas compreendido, de imediato, por todos aqueles à cuja felicidade te devotas, retém sobre a fronte a auréola da paz, no aconchego da consciência tranquila, porque a justiça vigilante te acompanha do Alto, verificando-te o esforço e premiando-te o mérito, qual aconteceu, um dia, ao Rei da Luz e do Amor em seu trono de sangue e lágrimas, coroado de espinhos".
                  Do livro: A verdade responde, de Emmanuel, por Chico Xavier.
                  por Antônio Sávio de Resende - Tonhão. Email’s: asavio921@uol.com.br; asavio01@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com.
                  O que sentes revela o rumo para onde te diriges.
                  O que pensas te aponta o lugar em que te encontras.
                  O que falas indica o que sabes.
                  O que fazes mostra quem és.
                  Do livro: Caminhos, de Emmanuel, por Chico Xavier.


ASSUNTO DE MORTE - dá pra pensar
por Cézar Carneiro de Souza, em 09-02-2016 - Amigos, a história da Cocota de Lilia nos faz recordar uma conversa que tivemos um dia desses com o nosso querido e saudoso Celso de Almeida Afonso em nosso trabalho mediúnico na Casa de “Agostinho”.
                  "E daí Celso, e a vida aí depois da morte, o que você conta para nós?" LEIA O TEXTO.

SOBRE O CARNAVAL
Da Redação, em 09-02-2016 - O Carnaval, em sentido geral, é um período em que os sentimentos represados tendem a libertar-se expondo, em muitos casos, o cerne que caracteriza o caráter individual.
                  A diversão é importante na vida, servindo para espairecer as preocupações, isso é verdade, mas nem sempre o meio é adequado para o refazimento psíquico, necessário e importante para o equilíbrio na vida.
                  Jurandir Gaidukas, nosso companheiro de Doutrina oferece aos leitores este interessante texto recebido por Chico Xavier, referenciando o momento. CONHEÇA.

MAIS LIVROS PARA VOCÊ
Da Redação, em 03-02-2016 - Os títulos que seguem foram recebidos pelo médium Francisco Cândido Xavier, e datam da década de 1970.
                    Os novos títulos são: Astronautas do além, de Espíritos diversos (este, com Herculano Pires); Calendário espírita, de Espíritos diversos; Diálogo dos vivos, de Espíritos diversos (este, com Herculano Pires); Encontro de paz, de Espíritos diversos; Entre duas vidas, de Casimiro Cunha (este, junto com Elias Barbosa); Escrínio de luz, de Emmanuel; Instrumentos do tempo, de Emmanuel; Jovens no além, de Espíritos diversos; Na era do espírito;, de Espíritos diversos; Rosas com amor, de Espíritos diversos; Segue-me, de Emmanuel.

DIANTE DA CARIDADE
Da Redação, em 22-01-2016 - Nosso irmão Antônio Sávio de Resende nos brinda com esta bela mensagem de Emmanuel: "Em todos os temas da caridade, lembra-te de Jesus que jamais desistiu do culto incessante ao Eterno Bem.
                  Recusado por aqueles mesmos que se diziam escolhidos para garantir-lhe a missão, aceita a estrebaria singela para o ingresso à experiência dos homens.
                  Incompreendido pelos sacerdotes, que se declaravam habilitados à interpretação das Leis Divinas, acolhe-se no lar de pescadores humildes, utilizando-lhes as possibilidades diminutas, para administrar a Boa Nova, em favor de sábios e ignorantes, justos e injustos.
                  Negado por Simão Pedro, no lance mais difícil do apostolado, longe de condená-lo à reprovação, procura meios de reconduzi-lo indiretamente à responsabilidade e à confiança.
                  Conhece a fraqueza de Judas e percebe-lhe as negociações infelizes, mas, nem por isso o expulsa do Cenáculo ou se furta a receber-lhe o ósculo de imaginário carinho.
                  Crucificado e esquecido pelos amigos e beneficiários da véspera, não se volta em definitivo para o Céu, à distância das deserções e pedradas humanas, mas, sim retorna à comunidade dos aprendizes, ofertando-lhes, devotado, o sol da ressurreição.
                  Escarnecido e odiado gratuitamente por Saulo de Tarso não se ofende perante a ironia e a crueldade, que o famoso doutor lhe lança à memória, e sim, reconhecendo-lhe as reservas de nobreza moral, vai ao encontro dele, pessoalmente, às portas de Damasco, trazendo-o, generoso, das trevas para a luz.
                  Recorda o Mestre dos Mestres e não olvides que a caridade, sem humildade e renúncia, é quase sempre flor ressequida, que o espinheiro da vaidade cobre e consome.
                  Dar do que Deus nos empresta e auxiliar constantemente é simples dever, que nos cabe a todos, de vez que nenhum de nós consegue respirar sem a bênção do auxílio alheio.
                  Caridade é o amor espontâneo e infatigável que colocamos em nossos menores gestos, para que a vida seja um cântico de progresso e alegria para todas as criaturas, exaltando em toda parte a eterna glória de Deus".
                  Do livro Irmãos Unidos, de Emmanuel, por Chico Xavier.
                  GUARDE CONSIGO: "Embora as imperfeições que ainda nos assinalem o espírito, estendamos os ensinamentos de Jesus, onde estivermos e como estivermos. A ânfora de barro tanto carrega a rosa que, um dia, acaba por se lhe impregnar do perfume” André Luiz, por Chico Xavier.
                  Por Antônio Sávio de Resende - Tonhão. email’s: asavio921@uol.com.br; asavio01@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com

MARIA, A NOSSA SENHORA
por Vladimir Polízio, em 20-01-2016 - Obras literárias maiores trazem poemas e relatos sobre Maria, considerada como Mãe das mães, Mãe Santíssima, enaltecendo sua peregrina passagem pelo chão do planeta desde os tempos da fuga para o Egito, na África.
                  Não vemos, contudo, com a frequência que deveria, qualquer tipo de manifestação de sentimento voltado para a Senhora dos Anjos, como também é lembrada a virtuosa Maria, a que foi, na Terra, a responsável por receber Jesus quando aqui encarnou, há dois mil anos. E esse comportamento está presente em outros credos, igualmente cristãos, onde seus seguidores dizem que nunca nada ouviram a respeito de Maria, chegando alguns a afirmar que nem a conhecem. LEIA O TEXTO.

LIÇÃO NO APÓLOGO
por Vladimir Polízio, em 02-01-2016 - André Luiz consegue, com suas mensagens, proporcionar entendimentos que vão além da simples compreensão. O pensamento divaga, vai longe e estaciona suavemente em pontos citados por esse instrutor que aborda importante situação na vida de uma forma singela mas muito profunda.
                  Trata-se de texto recebido mediunicamente por Francisco cândido Xavier, quando se reunia com Grupo especial em atividades mediúnicas, no Centro Espírita "Luiz Gonzaga", na cidade mineira de Pedro Leopoldo, na década de 1950. LEIA O TEXTO.

REVELANDO O QUE SE QUER DA VIDA
Da Redação, em 02-01-2016 - "Viver é ensejo que pode ser aproveitado a todo momento. Use as vozes da inteligência para ouvir-se e saberá o que fazer: o corpo grita, a alma fala, o coração pede, a mente diz, a intuição alerta, a consciência acusa - só cuidado quando o corpo grita, se ouvi-lo sem escutar as demais vozes ele poderá levar a estradas perigosas!"
                  Este é apenas um trecho do que Vania Mugnato de Vasconcelos nos oferece a oportunidade de descobrir por si só caminhos felizes para definir os pendores individuais, mas com os pés no chão, no tocante ao que se pode usufruir da vida, com a convicção de que não há abuso, excesso, orgulho ou vaidade em quaisquer das decisões a serem tomadas, com o objetivo único de fazer brilhar intensamente a radiante aura da pura felicidade e do bem-estar de cada um. LEIA O TEXTO.

DESPEDIDA DE VITAL
por Cézar Carneiro de Souza, em 19-12-2015 - Do poeta Cornélio Pires, com psicografia de Chico Xavier, do livro Antologia mediúnica do Natal-FEB:

                  Lua cheia... Na choça a que se apega,
                  Morre Vital, velhinho, olhando o morro...
                  Por prece, escuta a arenga do cachorro,
                  Ganindo nas touceiras da macega.

                  Pobre amigo!... Agoniza sem socorro,
                  Chora lembrando o milho na moega...
                  Oitenta anos de lágrimas carrega
                  Na carcaça jogada ao chão sem forro.

                  Suando, enxerga um moço na soleira.
                  - “Eu sou leproso...” – avisa em voz rasteira,
                  Mas diz o moço, envolto em luz dourada:

                  - “Vital, eu sou Jesus! Venha comigo!...”
                  E o velho sai das chagas de mendigo
                  Para um carro de estrelas da alvorada.

                  Meus amigos, e pensar que Jesus sempre vem em busca de alguém para ser conduzido às regiões superiores da Espiritualidade!... Quantos casos emocionantes que os Benfeitores da Vida Maior nos contam pela mediunidade ímpar de um missionário que é Chico Xavier.
                  São casos verdadeiros, os premiados são Espíritos que apesar da indigência material são cumpridores das leis de Deus. Quantas lições recebemos de nossa abençoada Doutrina Espírita.
                  Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!...

O BANCO CÓSMICO
Da Redação, em 13-12-2015 - "No nível espiritual, o universo é um gigantesco banco cósmico no qual fazemos retiradas e depósitos diariamente.
                  Nossas retiradas incluem: saúde, segurança, bem-querer, o ar que respiramos e até mesmo o fato de que podemos abrir nossas olhos a cada manhã!
                  Fazemos nossos depósitos nesse banco quando nos colocamos à disposição dos outros, quando ajudamos alguém ou praticamos pequenas gentilezas, tais como dizer "olá" para alguém que mal conhecemos.
                  A cada dia em que praticamos ações de compartilhar o que nos leva para além de nossa zona de conforto, ou damos atenção a um amigo, ou oramos não só para nós mesmos, mas também pelos outros, estamos fazendo um depósito em nossa conta bancária no Cosmos.
                  Esse banco cósmico está aberto durante as 24 horas de cada dia, nos 7 dias da semana, nos 12 meses do ano e nossos pensamentos, palavras e ações se transformam em juros que são adicionados em nossa conta, ou, dependendo do tipo de pensamento, se tornam impostos que são sacados de nossa conta.
                  Mas precisamos nos manter ativos, efetuando nossos depósitos. Não podemos esperar que alguma boa ação feita anos atrás, ainda seja um depósito que não tenha sido sacado por nós. Assim como precisamos comer todos os dias, precisamos também compartilhar todos os dias.
                  No dia de hoje, dê um tempo e passe numa das agências do Banco Cósmico. Tire um extrato de sua conta para ver como está o seu saldo. Assim você saberá como vão as suas reservas."
                  Fonte: KIC - New York, USA.

A FAMÍLIA
Da Redação, em 13-12-2015 - Os Benfeitores que nos auxiliam na caminhada diária ensinam que os degraus mais sérios e mais difíceis são encontrados exatamente no lar. Sob o mesmo teto em que nascemos, crescemos e, com o tempo desenvolvemos o nosso próprio grupo, o nosso sagrado ambiente familiar.
                  Portanto, o nosso próximo tem início nesse ambiente íntimo. Porém, o próximo, seja ele quem for, será a nossa ponte para os degraus que estão acima, ou seja, entre nós e Deus, que é o nosso objetivo, está o próximo (sempre), que atua como ponte para alcançar os santos objetivos da elevação. LEIA O TEXTO.

MAIS UMA REMESSA PARA A BIBLIOTECA
Da Redação, em 06-12-2015 - Os títulos que seguem foram recebidos pelo do médium Francisco Cândido Xavier e referem-se, todos, ao ano de 1972.
                   Os novos títulos são: Através do tempo, de Espiritos diversos; Mãos marcadas, de Espíritos diversos; Natal de Sabina, de Francisca Clotilde, e Taça de luz, de Espíritos diversos.

REALEZA
Da Redação, em 16-11-2015 - "A realeza como dignidade na Terra não é privilégio dos reis ou dos condutores de nações".
                  "Em toda parte, há uma realeza no trabalho que nos exorna o caráter, quando nos afeiçoamos às obrigações que o Céu nos confia". LEIA O TEXTO.

OS TRÊS CRIVOS
por Vladimir Polízio, em 10-11-2015 - Conhecemos a vida muito bem, no que diz respeito à preocupação em relação ao nosso próximo.
                  Muito dificilmente, no transcorrer de uma conversa coloquial, não se fale de alguém. Os hábitos normais, com raízes profundas na maioria das sociedades humanas, traz um vício pernicioso com a roupagem perversa da maledicência. LEIA MAIS.

FRANCISCO LEITE BITTENCOURT SAMPAIO
por Vladimir Polízio, em 28-10-2015 - Quando encontramos, no curso de nossa existência, personagens que durante a vida na Terra empenharam-se em auxiliar o próximo, seja em comunidade ou isoladamente, somos levados a reconhecer sua generosa prestação de serviço. Portanto, sempre haverá uma razão que justifique o elevado conceito que destaca as pessoas que assim agem, como é o caso do nosso personagem.
                  Sabe-se que a Doutrina não guarda em seu seio pessoas idolatradas na condição de ‘santo’, mesmo porque, esse título não está afeto à classificação por parte dos encarnados, por fugir-lhes a competência. Mas nada impede, contudo, que as figuras consideradas como baluartes, tenham seus nomes amplamente divulgados, pois contribuíram para que os ensinamentos dos Espíritos alcançassem posição de respeito, fixando-se com raízes sólidas no solo brasileiro. LEIA O TEXTO.

DIA DE FINADOS
por Cézar Carneiro de Souza, em 26-10-2015 - "02/11/1948 - O Dia de Finados, com as vibrações de que se acompanha, é francamente inquietante, não por nós que já queremos viver eternamente em Cristo, mas pelos outros que amamos e que na Terra ou na Espiritualidade querem caminhar para a morte. Tantas flores, tantas lágrimas e tanto movimento sem proveito justo...".
                  "A obra de salvação não permanece num ramo de flores doado ao sepulcro e nem os problemas da vida se resolvem com a visita aos cemitérios. É doloroso observar tanta incompreensão num culto in memoriam, que deveria ser traduzido por bênçãos de vida imperecível. Mas não me reporto apenas aos que respiram no corpo. Amigos nossos, que já deixaram o veículo de carne, desde muito ou há poucos dias, se entregam, descuidados, à romaria do pranto. E, realmente, as cenas são amargas, dilacerando-nos os corações". Neio Lúcio/Chico Xavier, do livro Sementeira de paz, Ed.Vinha de Luz."
                  Caros amigos, em assunto tão grave, meditemos mais um pouco com Allan Kardec n'O Livro dos Espíritos:
                  321 – O dia da comemoração dos mortos tem alguma coisa de mais solene para os Espíritos? Eles se preparam para vir visitar os que irão orar sobre seus despojos? R – Os Espíritos atendem ao apelo do pensamento, nesse dia como nos outros dias.
                  322 – Os Espíritos esquecidos, cujos túmulos ninguém vai visitar, também aí comparecem, apesar disso e ficam pesarosos ao verem que ninguém se lembra deles? R – Que lhes importa a Terra? Não se prendem senão pelo coração. Se aí não há amor, não há nada que retenha o Espírito: ele tem todo o Universo para si.
                  323 – A visita ao túmulo dá mais satisfação ao Espírito do que uma prece feita em sua intenção? R – A visita ao túmulo é um modo de manifestar que se pensa no Espírito ausente: é a imagem. Já vos disse: é a prece que santifica o ato de lembrar; pouco importa o lugar, se ela é ditada pelo coração.

O "DESÂNIMO" NOSSO DE CADA DIA
Da Redação, em 17-10-2015 -Não é preciso que ninguém recorde a ninguém que estamos numa crise material e moral talvez sem precedentes. Dói o bolso e dói a alma. Não se vê muita esperança nas ruas. Quase tudo que se observa na mídia mostra maldade, criminalidade, corrupção, sensualidade, dificuldade e sofrimento.
                  Por causa disso o "desânimo nosso" aumenta a "cada dia", uma vez que a maioria de nós não carrega confiança suficiente para acreditar que hoje é somente a oportunidade de dar um passo a mais na estrada que leva à felicidade, e por alimentarem essa fraqueza esmorecem na luta pelo bem. LEIA O TEXTO.

AVE-MARIA - desenvolvida
por Vladimir Polízio, em 07-10-2015 - O Evangelho de Lucas, em seu Capítulo 1, Versículos 26 a 38, traz detalhes sobre o nascimento de Jesus na Terra, que fez ver à Humanidade mudanças profundas em todos os sentidos enquanto na vida física.
                  A sublimidade de Maria, considerada a Rainha dos Anjos, merece nosso respeito e reverência, uma vez que recepcionou nosso Mestre e o amparou pelos caminhos de sofrimento que o mundo lhe ofereceu. CONHEÇA.

DIÁLOGO ENTRE UM PASSISTA E UM MAGNETIZADOR
Da Redação, em 05-10-2015 - "Dois obreiros de uma instituição espírita, ambos participantes da área de tratamento, encontraram-se casualmente num dos corredores da instituição. Conversa vai, conversa vem, acabaram falando sobre passes. Mais ou menos assim foi o diálogo entre um passista e um magnetizador: Eu soube que você está iniciando um novo trabalho aqui na Casa. Disseram-me que é uma novidade que vem para revolucionar o Centro Espírita...".
                  Na verdade, esse é apenas o início de uma interessante conversa que acontece entre dois trabalhadores, cuja direção do diálogo fica prejudicada em face do desconhecimento da matéria.
                  Não nos esqueçamos das instruções d'O Evangelho segundo o Espiritismo, em seu Cap. VI: "Espíritas! Amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo"; assim agindo você estará seguro e não haverá surpresas pelo caminho! CONHEÇA MAIS.

REGRESSO DE SIMÃO PEDRO
Em 29-09-2015 - Nosso colaborador Antônio Sávio de Resende - Tonhão, nos brinda com o poema de Maria Dolores abordando a chegada de Pedro ao ambiente celestial.
                  "Simão Pedro desperta, além da vida humana.// Retoma, pouco a pouco, as forças da memória// Terminara, por fim, a luta insana// Do flagelo por grande pesadelo". E assim Maria Dolores, que viveu entre nós no período de 10-09-1900/27-08-1959, mais uma vez comparece em nosso arquivo de memórias, com a beleza dos seus versos. VEJA.

CRIANÇAS E NÓS
Da Redação, em 23-09-2015 - Toda criança é um espírito recém chegado à Terra para cumprir com seus compromissos perante a vida.
                  Por isso mesmo nos cabe a séria e grave responsabilidade de bem conduzir os que são colocados em nossos caminhos.
                Carlos Pompéia apresenta, de Emmanuel, pela psicografia de Chico Xavier, a página Crianças e nós. OUÇA.

CADA MOMENTO, UMA CONDUTA?
Da Redação, em 06-09-2015 - "A vida em sociedade exige comportamentos adequados em cada momento e lugar. Se em casa podemos estar relaxados e tranquilos, no trabalho devemos ser focados e responsáveis; se na festa podemos rir e falar alto, no culto religioso devemos ser comedidos e discretos; se na roda de amigos é possível contar piadas e gargalhar, no velório é preciso prece e silêncio".
                  É dessa maneira que Vania M. Vasconcelos inicia seus pensamentos acerca da conduta, do comportamento diante de tudo o que a vida manifesta como oportunidade de participação. LEIA O TEXTO.

REMOVENDO OBSESSÕES
Da Redação, em 29-08-2015 - A obsessão, embora muito observada, estudada e trabalhada no meio espírita, é uma ocorrência possível de se envolver. Há muitos casos, inúmeros mesmo, em que as pessoas nem se dão conta de que estão sendo arrastadas pelos sutis tentáculos da obsessão, uma vez que o processo ocorre lentamente e o obsidiado, que é o que recebe a ação, aos poucos entra no clima fluídico trazendo dificuldade ou para o grupo a que pertence ou mesmo para a família.
                  Conheça, ao menos superficialmente, as 10 atitudes positivas contra o domínio da obsessão e as 10 negativas, que são responsáveis pelo agravamento desse estado.
                  Contudo, ao ser verificado que algo não está na normalidade na pessoa, não se deve perder tempo em procurar o recurso necessário para o reequilíbrio de situações que possam estar enquadradas como caso de obsessão. Uma Casa Espírita é recomendada para que o caso possa ser avaliado, já esse quadro faz parte de outro nível de atendimento, o espiritual. LEIA.

A BÍBLIA DIVINA DA NATUREZA
por Cézar Carneiro de Souza, em 12-08-2015 - O problema da Terra é problema de amor, de compreensão, de vida. Você faz bem meditando-lhe a grandeza. Nunca nos cansemos de ler a Bíblia divina da Natureza.
                  Cada folha das árvores é uma letra, cada trecho da terra, um capítulo, cada animal, cada flor, uma gravura ilustrativa. Quantos homens se esfalfam procurado resolver incógnitas e questões insolúveis para os dias que correm empulhando bruxuleantes candeias da cultura humana?. LEIA MAIS.

PASSE, TRANSFUSÃO DE ENERGIA FÍSIO-PSÍQUICA
Da Redação, em 29-07-2015 - "O Passe" está sendo alvo de observação e estudo por parte de Equipes médicas que estão desvendando o valor e eficiência dessa prática, muito usual nas Casas Espíritas.
                  "De acordo com Leopoldo Zanardi, diretor de comunicação do Centro Espírita Amor e Caridade, de Bauru-SP, o “passe” trata-se de uma assistência espiritual, denominada de fluidoterapia, e que não anula a necessidade do tratamento médico. Este nome é dado por ser uma transferência de energias. As mãos são colocadas de 10 a 15 centímetros acima da cabeça, não há toque físico. A Federação Espírita Brasileira aconselha que as mãos sejam colocadas apenas sobre a cabeça, conta Leopoldo.". CONHEÇA MAIS.

ALÉM DA MORTE
por Vladimir Polízio, em 24-07-2015 - Os Espíritos não vacilam quando se referem às mudanças de um plano a outro, através da morte. Contudo, há os que ainda acreditam na transformação nesse instante especial dos que passam para o outro lado, em figura angelical; em anjo, na verdade.
                  Essa é a mudança esperada, a mudança que gostariam que acontecesse e que fica no coração daqueles que sentem a partida do ente querido, considerando-o, sempre, como figura benfazeja, bondosa, de sentimento generoso, merecedor do maior respeito. E é verdade! Se foram bons, continuarão bons e a desenvolver o que está latente na alma. Lá, serão recepcionados igualmente pelos bons; se perversos, é natural que os que se identifiquem com eles façam a recepção.
                  Reflitamos, com Emmanuel: “A bendita renovação da alma pertence àqueles que ouviram os ensinamentos do Mestre Divino, exercitando-lhes a prática”. CONHEÇA O ASSUNTO.

TORMENTOS VOLUNTÁRIOS
Da Redação, em 22-06-2015 - "O homem está incessantemente à procura da felicidade, que lhe escapa... ele a procura nas coisas perecíveis, sujeitas às mesmas vicissitudes... procura com avidez tudo o que pode agitá-lo e perturbá-lo. E, coisa curiosa, parece criar de propósito os tormentos, que só a ele cabia evitar" - ESE, capítulo VI, item 23.
                  É certo que a vida moderna causa profundo estresse nas pessoas. Vive-se em uma correria contínua para angariar meios de subsistência enquanto, ao mesmo tempo, se anseia por prazeres que mascaram, não raramente, a dor de existir num mundo conflituoso e que causa medo, insegurança - os mais frágeis veem o crime, a necessidade, a doença e a morte sempre os espreitando... CONHEÇA A MENSAGEM.

UM LIVRO DIFERENTE
por Cézar Carneiro de Souza, em 06-06-2015 - Atendendo ao trabalho da desobsessão nos arredores de Gadara, vemos Jesus a conversar fraternalmente com o obsessor que lhe era apresentado, ao mesmo tempo que se fazia ouvido pelos desencarnados infelizes.
                  Importante verificar que ante a interrogativa do Mestre, a perguntar-lhe o nome, o médium, consciente da pressão que sofria por parte das Inteligências conturbadas e errantes, informa chamar-se “Legião”, e o evangelista acrescenta que o obsidiado assim procedia “porque tinham entrado nele muitos demônios”.
                  Sabemos hoje com Allan Kardec, conforme palavras textuais do Codificador da Doutrina Espírita, no item 6 do Capítulo XII, “Amai os vossos inimigos”, de “O Evangelho segundo o Espiritismo”, que “esses demônios mais não são do que as almas dos homens perversos, que ainda se não despojaram dos instintos materiais”. LEIA MAIS.

MAIS MÚSICAS NO ARQUIVO
Da Redação, em 24-05-2015 - Duas músicas com Sérgio Santos, de Uberaba-MG estão à disposição dos nossos amigos leitores.
                  São elas: SOBE O MONTE e POR UM MINUTO APENAS.

EM EQUIPE
Da Redação, em 24-05-2015 - "Se todos, porém, fossem um só membro, onde estaria o corpo? Paulo. I Coríntios, 12:19".
                  "Na edificação espírita-cristã auxiliemos cada companheiro a perceber o valor do esforço que se lhe atribui".
                  "Nunca será demais repetir que todos, encarnados e desencarnados, atendendo aos interesses da própria evolução, na obra da Doutrina Espírita, funcionamos em equipe, visando a um fim - a Consolidação do Bem Geral".
                  "Cada Tarefeiro é situado no Lugar Certo, para a Cooperação Exata. Este retém a palavra vibrante, aquele conserva com mais segurança o senso da direção, outro escreve de modo convincente, outro ainda, com mais propriedade, fornece a energia curadora... Há quem se responsabilize pela escola, pelo conforto moral, pela assistência aos necessitados, pela enfermagem da alma...".
                  "Todo trabalho a fazer, quanto ocorre a cada peça de determinado engenho, é de suma importância. Em razão disso, Não Existem Privilégios ou Distinções na Construção da Espiritualidade Superior. O colaborador requisitado à produção de fenômenos espetaculares ou aos efeitos brilhantes da inteligência, não é maior que o obreiro encarregado de lenir feridas ou suprimir aflições na retaguarda".
                  "O apóstolo Paulo, em se reportando ao assunto, articulou esta feliz expressão: 'Se todos, porém, fossem um só membro, onde estaria o corpo? Os olhos não substituem os ouvidos e nem as mãos tomam para si os deveres dos pés; contudo, trabalham todos, interligados, em proveito da personalidade real'."
                  "Aprendamos com a natureza e, sustentando-nos na posição que nos é própria, aprimoremos, quanto possível, a nossa capacidade de servir, reconhecendo sempre que a Seara do Bem pertence ao Senhor".
                  Do livro Benção de Paz, de Emmanuel, com psicografia de Chico Xavier. Por Antônio Sávio de Resende - Tonhão. Email: asavio@uaivip.com.br; asavio01@uol.com.br; asavio921@uol.com.br; asavio1@uaimail.com.br; e asavio.fcvv@gmail.com.

-----o-----