Antônio Sávio de Resende - Tonhão



Preceitos de toda hora

16-06-2017

Caminhe com firmeza. Quem se acomoda com a precipitação tropeça a cada instante.

Examine a você mesmo. Na vigilância constante, educará você os próprios impulsos.

Higienize a própria mente, trabalhando no bem sem desânimo. O cérebro preguiçoso acumula resíduos indesejáveis.

Escute seu irmão sem reproches. A caridade real começa na atenção generosa e amiga.

Aperfeiçoe o procedimento. Hoje melhorado é amanhã mais feliz.

Ampare o coração combalido. Ninguém pode prever a saúde próxima do próprio coração.

Faça luz com a sua palavra. Se hoje pode você orientar é possível que amanhã esteja você rogando conselhos.

Sofra com paciência e serenidade. No braseiro da revolta, ninguém consegue aproveitar a dor.

Melhore o vocabulário. Há palavras que, excessivamente repetidas, perdem a significação que lhes é própria.

Cultive a simplicidade. Embora não pareça, o Universo é imponente conjunto de Leis claras e coisas simples.

Sirva sempre. O tédio é o salário de quem vive reclamando o serviço dos outros.

Improvise o Bem onde você estiver. A sombra do mal é assim como o detrito que invade tudo, quando a limpeza está ausente.

Da obra Ideal Espírita, de André Luiz, por Francisco Cândido Xavier.

-o-

"Em muitas ocasiões, perguntas se a tua religião é realmente a melhor.

Faze o exame da própria fé. E, se dúvidas te avassalam o pensamento em matéria de crença, conduta, preconceitos e tradições, entra no mundo de ti mesmo e indaga da própria consciência qual teria sido entre os homens, a religião de Jesus”.

Da obra Mãos Marcadas, de Emmanuel, por Chico Xavier.

Por Antônio Sávio de Resende - Tonhão email’s: asavio921@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com; asavio13@uol.com.br


Voltar para a página anterior / Voltar para a página principal