Quando toca o telefone



QUANDO TOCA O TELEFONE é um espaço onde apresentamos psicografias diversas com breves comentários elucidativos, quando couber, acerca do cumprimento da Grande Lei que determina os ajustes no decorrer da vida de cada um.


PRAZO PARA COMUNICAR-SE DO ALÉM

Temos recebido perguntas frequentes a respeito do período de tempo em que se deve mobilizar-se para conseguir receber mensagens dos amados do coração que já partiram para a grande jornada da volta ao lar eterno.

Pelo que conhecemos da triste e sofrida legião dos verdadeiros peregrinos da dor, que sempre enfrentaram longas e intermináveis viagens na busca desesperada por notícias do outro lado da vida, o prazo para essa empreitada, na verdade não prescreve. Aliás, não prescreve nunca e nem está, por assim dizer, à disposição das partes interessadas, quer de um lado ou do outro, embora, quando a comunicação se torna viável, como dizia Chico Xavier, “o telefone só toca de lá para cá”.

Com isso, o que constatamos é que qualquer época, como qualquer momento, é o instante oportuno para que esse tão sonhado contato possibilite ao coração ansioso receber algumas linhas ou palavras que sejam, mesmo através do médium e de maneira unilateral, pois somente o Espírito fala ou escreve. Nesses casos, não há diálogo.

Há demora na comunicação, muitas vezes, em virtude das dificuldades de locomoção familiar ou dos impedimentos naturais do ente querido na esfera espiritual, pois nem sempre ele está em condições de se comunicar. Além disso é preciso obter permissão para manifestar-se.

Entretanto, algumas Casas Espíritas orientam o familiar a não pleitear mensagem, alegando já haver passado muito tempo, visto que aceitam tal intenção até os cinco anos do desenlace, o que é um absurdo, em razão do que se conhece, uma vez que esse impedimento nunca pode acontecer do lado de cá.

Há mensagens recebidas por familiares com grande espaço de tempo decorrido entre o instante da morte e aquele em que acontece a psicografia, como os registros que se seguem.

As frases grifadas e os respectivos números na cor vermelha são de responsabilidade de Limiar Espírita.

  1. Um caso interessante, em 03-12-2016
  2. Aluísio Antônio Maciel, em 06-11-2016
  3. Pedro Augusto Souza Gonçalves, em 02-11-2016
  4. Christian W. Freitas Campos, em 22-08-2014
  5. Marco Antônio Marçal, em 03-07-2014
  6. Fábio Mário Henry, em 16-05-2014
  7. André Luiz Souza da Silva, em 26-03-2014
  8. Fernando Augusto Meirinho Júnior, em 26-01-2014
  9. Uma mensagem familiar, em 26-11-2013
  10. Sidney Catardo, em 06-11-2013
  11. Eduardo Zibordi Camargo, em 20-10-2013
  12. Docílio Miranda de Souza, em 15-09-2013
  13. Hélio Ossamu Taikuara - Tiaminho, em 22-07-2013
  14. Luíza Corrêa Jardim, em 08-06-2013
  15. Carlos Roberto Caminitti, em 02-06-2013